FATORES QUE (DES)MOTIVAM OS ESTUDANTES NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DA GEOGRAFIA

Andressa Leandro Moreira, Judite de Azevedo do Carmo

Resumo


O presente texto tem por objetivo retratar a problemática encontrada por parte dos professores que é a falta de interesse dos estudantes e apresentar a análise da motivação dos alunos do 8º. Ano B e 9º. Ano B do Ensino Fundamental da Escola Municipal “Professora Ivanira Moreira Junglos”, na cidade de Colíder, no Estado de Mato Grosso, no âmbito da disciplina de Geografia. A pesquisa desenvolvida foi do tipo exploratória e descritiva com a realização de observação indireta e direta, a primeira privilegiou a descrição e análise da infraestrutura e organização da escola, indisciplina, os conteúdos abordados na aula de Geografia e as metodologias utilizadas pelos professores, enquanto a segunda, por meio de questionário possibilitou o levantamento do que motiva ou desmotiva os alunos a irem à escola, assim como o envolvimento com a disciplina. As informações levantadas foram analisadas por meio de uma abordagem quanti-qualitativa. Como resultado obteve-se que nas duas turmas analisadas há um ambiente propício para que os alunos possam estar motivados, entretanto esperam aulas mais dinâmicas e práticas. Sendo assim entende-se a necessidade de os professores terem condições de desenvolver o ensino por meio de atividades pedagógicas alternativas, dinâmicas e prazerosas para que os alunos se sintam mais motivados para aprenderem os conteúdos geográficos. Ressalta-se que encontram-se também alunos que não estão motivados, embora sejam minoria, mas precisa ser dada a atenção necessária à eles para reconhecer os principais fatores que lhes colocam nessa situação.


Palavras-chave


Escola. Motivação. Metodologia. Geografia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v9i1.9365

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.