A Percepção da população com o clima da cidade de Sobral – CE

Francisco Gerson Lima Muniz, Isorlanda Caracristi

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar a percepção da população sobralense sobre o microclima da cidade, verificando-se como os mesmos identificam os lugares, períodos e horas que apresentam situações climáticas desconfortáveis com altas temperaturas. Para tanto, foram executadas 50 entrevistas em dois períodos distintos da sazonalidade climática da cidade. As respostas dadas revelam que a população de Sobral é capaz de fazer corretas conceituações sobre o clima da cidade, além da percepção de distintos microclimas e, quase sempre, voltada à sensação de desconforto térmico. O percentual de 12% que consideram “toda a cidade” com ambiente quente, tem um grande significado, afinal esse desconforto térmico é sentido em todos os espaços da cidade pela população.

 


Palavras-chave


Urbanização, Percepção Climática, Conforto Térmico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v8i2.9264

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.