FRAGILIDADES E POTENCIALIDADES DOS COMPARTIMENTOS GEOMORFOLÓGICOS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO BOM SUCESSO – SEMIÁRIDO DA BAHIA/BRASIL

Kleber Carvalho Lima, Cenira Maria Lupinacci

Resumo


Este trabalho tem por objetivo discutir a compartimentação do relevo da Bacia Hidrográfica do Rio Bom Sucesso, Estado da Bahia/Brasil, no intuito de compreender as interações ocorrentes entre os diversos componentes dessa unidade sistêmica, e apontar as fragilidades e potencialidades geomorfológicas de cada compartimento. Nesse sentido, o trabalho foi apoiado no método sistêmico como forma de análise dos resultados e a metodologia desenvolvida foi adaptada do Projeto RADAM Brasil. Identificaram-se seis compartimentos geomorfológicos que estão associados às áreas pediplanadas e aos relevos residuais. Tanto o método de análise, quanto a metodologia adotada se mostraram eficazes, uma vez que ratificaram as características visualizadas na realidade e os dados obtidos nos mapas temáticos.

Palavras-chave


Compartimentos geomorfológicos. Dissecação do relevo. Rio Bom Sucesso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v8i2.9247

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.