EFEITOS DA URBANIZAÇÃO NO RIBEIRÃO CAMBARÁ, JANDAIA DO SUL-PR

Ederson Dias de Oliveira, Leandro Redin Vestena, Carla Luciane Blum Vestena

Resumo


O processo de urbanização ocasiona mudanças no ambiente, facilmente observados na paisagem urbana, principalmente no sistema fluvial. A retirada da vegetação, a impermeabilização do solo, o descarte de resíduos sólidos e o lançamento de afluentes em locais impróprios, principalmente, causam deterioração da água, ar e solo. Nesse contexto, o presente trabalho teve como objetivo realizar um diagnóstico qualitativo de alterações ambientais no alto curso do ribeirão Cambará, decorrente do processo de urbanização e do uso urbano do solo, na cidade de Jandaia do Sul, que impactam negativamente na qualidade ambiental. Os procedimentos metodológicos adotados foram: revisão bibliográfica, trabalho de gabinete e de campo. Os principais problemas ambientais foram identificados em atividade de campo, por meio de observação direta. De maneira geral pode-se notar que, as inúmeras galerias pluviais ao longo das margens fluviais têm potencializado alterações nos processos hidrogeomorfológicos e, consequentemente, na morfologia fluvial e na qualidade da água. Notou-se a presença de esgotos e de sedimentos tecnogênicos (resíduos sólidos), lançados e descartados, respectivamente, em locais impróprios, e a presença de processos erosivos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v5i2.4864

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.