EXPANSÃO URBANA DE BOA VISTA / RORAIMA ATRAVÉS DO USO DE SIG E OS REFLEXOS SOBRE OS RECURSOS HÍDRICOS

Márcia Teixiera FALCÃO, Iranilde Paz BURG, José Augusto Vieira COSTA

Resumo


RESUMO

O objetivo deste artigo é verificar as implicações da expansão urbana de Boa Vista – RR sobre os recursos hídricos das microbacias presentes na área, utilizando recursos de Sistema de Informação Geográfica (SIG). O procedimento metodológico, constituiu do processamento de dados histórico-cartográficos do período compreendido entre os anos de 1978 a 2011, e do processamento de imagens de satélite e de cartas topográficas da área do estudo. Os procedimentos foram executados no aplicativo  ArcGISv.10.x e ENVI 4.4. A legislação ambiental vigente auxiliou na definição dos procedimentos e norteou as discussões dos resultados. Os resultados obtidos possibilitaram a identificação da situação atual das áreas de preservação permanente (APPs), recursos hídricos e área urbana em períodos distintos. Verificou que, após um período de 33 anos de urbanização, houve uma expansão de 59% aproximadamente, com desaparecimento de 29 lagos e o comprometimento de 21,2% das áreas de preservação permanente dentro do perímetro urbano. A utilização do SIG em estudos de variáveis no espaço urbano possibilita a gestão pública de maneira eficaz e com baixo custo, servindo de ferramenta útil no planejamento e tomada de decisões em relação à ocupação e uso do solo, de maneira que estejam compatíveis ao homem e ao meio ambiente.

Palavras-chave: Expansão urbana. SIG. Recursos Hídricos. Boa Vista

Palavras-chave


Urbalização

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v4i02.3208

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.