EVOLUÇÃO DE UMA TOPOSSEQUÊNCIA NAS CONDIÇÕES DE SEMIARIDEZ DE IRAUÇUBA-CE

Jacqueline Pires Gonçalves Lustosa, José Gerardo Oliveira

Resumo


O município de Irauçuba localiza-se no setor norte do estado do Ceará, entre as latitudes 3o 35’ e 4o 44’ S e as longitudes 39o 38’ e 39o 63’ W. Suas características fisiográficas estão diretamente relacionadas com seu clima semiárido, que influencia a gênese e o desenvolvimento dos solos e de suas características físicas e químicas decorrentes das deficiências hídricas próprios das condições de aridez. O objetivo desse trabalho foi compreender a ocorrência de nódulos ferruginosos no interior de um solo  cujas características diferem dos solos decorrentes de uma pedogênese mecânica que predominam na área. Os resultados dessa pesquisa, conduzida empregando-se a Análise Estrutural da Cobertura Pedológica, evidenciam a existência de uma topossequência em que os solos de seu setor a montante foram originados por processos de uma pedogênese que favoreceu a formação de nódulos ferruginosos no interior de suas matrizes e que não ocorreram com os solos do setor a jusante, nos quais a pedogênese foi mecânica. A ocorrência desses nódulos pode indicar que no passado prevaleceram  condições climáticas mais úmidas atuantes na área de estudo. A geometria do setor a jusante da topossequência sugere que ele se originou sob essas condições de maior umidade, com nódulos ferruginosos. As características dos horizontes inferiores indicam que eles foram formados in situ, sob as condições do clima atual semiárido, sendo recobertos por camadas superficiais originados a partir de material alóctone proveniente da erosão superficial do setor montante, processo em que aconteceu sob condições de deficiência hídrica necessária que não favoreceu a formação dos nódulos

Palavras-chave


Topossequência;semiaridez;nódulos ferruginosos; Irauçuba

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v2i1.1275

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.