A CORRELAÇÃO ENTRE O LATIFÚNDIO E O ESTADO BRASILEIRO

Thiago da Silva Melo

Resumo


A concentração fundiária no Brasil remonta ao processo de formação do próprio Estado brasileiro e a vinculação das elites fundiárias ao aparelho estatal que permite a consolidação e permanência de um modelo concentrador de terra e renda que se perpetua ao longo da história. Esse artigo pretende discutir e relacionar o surgimento do latifúndio ao do Estado brasileiro, seu histórico e sua permanência e desdobramentos na contemporaneidade. A reflexão sobre o tema é imprescindível em tempos de investidas da classe latifundiária contra a reforma agrária e demarcação de terras bem como na desestruturação da legislação trabalhista e ambiental. A metodologia empregada consistiu em revisão bibliográfica sobre a temática.


Palavras-chave


Classe latifundiária. Brasil. Política. Poder.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v10i01.12180

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.