Solidão, Filosofia Política e Totalitarismo em Hannah Arendt

Helton dos Adverse

Resumo


O objetivo deste ártico é examinar o problema da solidão em Hannah Arendt à luz de suas considerações sobre o totalitarismo. Buscamos não apenas esclarecer esse conceito, mas examinar em que media ele é importante para compreender certos aspectos da crítica de Arendt à filosofia, em geral, e à filosofia política, em particular.


Palavras-chave


Arendt; solidão; totalitarismo; filosofia política.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/ca.v2i1.12130

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                                            Endereço / Email:


                          Universidade Federal do Piauí, PET-Filosofia,

        Centro de Ciências Humanas e Letras, Campus Min. Petrônio Portela, 

                  CEP 64.049-550,  Teresina - PI, Fone: (86) 3237 1134 

                                    E-mail: nupha.ufpi@gmail.com

 

                                                Indexado em: