Verdade e Política: considerações a partir da obra de Hannah Arendt

Ricardo George de Araújo Silva

Resumo


Ao tratarmos do binômio verdade e política em Hannah Arendt visamos à dá visibilidade ao tema a partir de um olhar crítico que considere a tensão entre verdade e mentira no interior da política. Nessa direção, contextos como o do totalitarismo e um olhar para o mundo atual nos servirão de pano de fundo. Assim, assumimos que para Arendt a verdade factual, enquanto testemunho dos fatos da história e da realidade é a verdade que merece a atenção no sentido de proteção e mantê-la como um valor nas questões públicas.


Palavras-chave


Política, Verdade, Lie, Hannah Arendt

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN. Giorgio. Estado de Exceção. Trad. Iraci D. Poleti. São Paulo. Boi tempo, 2004.

ADVERSE. Helton. Prefácio. In: Verdade e Política na obra de Hannah Arendt. Geraldo Adriano Emery Pereira. Curitiba-PR. Ed. Appris. 2019.

ARENDT. Hannah. Entre o passado e o futuro. Trad. Mauro W. Barbosa. São Paulo. Ed. Perspectiva. 2001.

_______________. O que é política? Trad. Reinaldo Guaranny. Org, Ursula Ludz. Rio de Janeiro, Ed. Bertrand Brasil. 2002.

_______________. A condição humana. Trad. Roberto Raposo, revisão de Adriano Correia. Rio de janeiro: Forense Universitária, 2014.

______________. Crises da República. Trad. José Wolkmann et. al. São Paulo. Ed. Perspectiva. 2004.

_______________. À mesa com Hitler. In: Compreender: Formação, exílio e totalitarismo. Org. Jerome Cohn. Trad. Denise Bottman. São Paulo. - Cia das letras; Belo Horizonte, Editora, UFMG, 2008.

_______________. Após o domínio Nazista: notícias da Alemanha. In: Compreender: Formação, exílio e totalitarismo. Org. Jerome Cohn. Trad. Denise Bottman. São Paulo. - Cia das letras; Belo Horizonte, Editora, UFMG, 2008.

_______________. Origens do totalitarismo. Trad. Roberto Raposo. Ed. Cia das letras. São Paulo. 1989.

AHMADINEJAD, Mahmoud. Presidente iraniano nega novamente o Holocausto.2009.Disponívelem:http://pt.wikinews.org/wiki/Presidente_iraniano_nega_novamente_o_holocausto . Acesso em 20 de Outubro de 2020.

ARNS. Paulo Evaristo et al. Brasil Nunca Mais. Petrópolis – RJ. Ed. Vozes. 2003.

PAINE. Thomas. Direitos do homem. Trad. Edson Bini. Bauru-SP. Ed. Edipro. 2005.

PEREIRA. Geraldo A. Emery. Verdade e política na obra de Hannah Arendt. Curitiba. Ed. Appris. 2019.

SILVA. Ricardo George de A. Fiat veritas, et pereat mundus: considerações entre política e verdade. In: Hannah Arendt: Pluralidade, Mundo e Política. Org. Sônia Schio et al. Porto Alegre: observatório gráfico, 2013.




DOI: https://doi.org/10.26694/ca.v2i1.11876

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                                            Endereço / Email:


                          Universidade Federal do Piauí, PET-Filosofia,

        Centro de Ciências Humanas e Letras, Campus Min. Petrônio Portela, 

                  CEP 64.049-550,  Teresina - PI, Fone: (86) 3237 1134 

                                    E-mail: nupha.ufpi@gmail.com

 

                                                Indexado em: